7 Dicas de como economizar energia

7 Dicas de como economizar energia

28 de setembro de 2020 3E-UEL 0

   Sem dúvidas, este ano de 2020 foi atípico para quase todo mundo. Uma das principais mudanças foi no tempo em que passamos dentro de casa. Com escolas e universidades fechadas, empresas empregando o home-office. Dessa forma o consumo de energia nas residências e apartamentos aumentou, podendo ficar até três vezes mais caro, e um gasto que antes era razoável, pode significar terminar o mês com a conta no vermelho.

   O que muitos não sabem, é que existem algumas práticas que podem amenizar esses gastos, e que mesmo passando mais tempo em casa, é possível economizar energia. Por isso, compilamos 7 maneiras de economizar energia elétrica em casa!


   Muitos equipamentos consomem energia mesmo que não estejam sendo utilizados quando estão na tomada. Carregadores de celular/notebooks e outras fontes de alimentação são exemplos. O consumo não é tão alto, mas deixar equipamentos na tomada o mês inteiro ou carregar o notebook com a bateria cheia, é o mesmo que deixar o chuveiro ligado sem ninguém para tomar banho. 

   Boa parte da energia que é consumida nas residências vem da lâmpadas que são usadas para iluminar o ambiente e, com certeza, ninguém quer abrir mão de um ambiente iluminado. Porém, em muitos lugares, as lâmpadas utilizadas não são tão eficientes, e desperdiçam energia na forma de calor. Evite lâmpadas incandescentes, e procure utilizar lâmpadas fluorescentes de baixa potência ou LEDs. Outra medida simples, mas eficiente, é limpar os lustres regularmente. Mantê-los livres de poeira e insetos faz com que a luminosidade das lâmpadas seja melhor aproveitada.

   A função stand-by que era pra ser uma dos aliados na correria do dia-a-dia, pode se tornar a vilã quando falamos do consumo de energia. Da mesma forma que no caso das fontes de alimentação, aparelhos DVD, vídeo-games, computadores, microondas e televisores, consomem energia quando estão no modo stand-by. O consumo varia de aparelho pra aparelho, mas imagina o quanto você já consumiu por nunca ter tirado a máquina de lavar da tomada!

   Hoje em dia, muitos dispositivos podem ser usados sem estarem conectados à rede energia. Mesmo assim, a energia que é gasta nesses dispositivos é paga, seja através de baterias que precisam ser repostas ou quando são conectados na tomada para recarregar. Por isso, sempre que não for utilizar algum desses dispositivos, lembre-se de desligá-lo, e no caso dos computadores, de atualizar o Windows antes!

   Aparelhos que  fazem algum tipo de mudança de temperatura, seja uma estufa elétrica ou geladeira, precisam de muita energia para executar a sua função. Mas, mesmo estando ligadas o tempo todo, é possível diminuir o consumo controlando a sua potência. A maioria das geladeiras possuem níveis de resfriamento, e em épocas mais frias do ano, os níveis mais baixos são suficientes para conservar o alimento. Essas mudanças periódicas garantem um uso mais eficiente das geladeiras e reduzem boa parte do consumo. Além disso, manter a geladeira o mais longe possível de fontes de calor, como o fogão e forno elétrico, evita um consumo exagerado de energia.

   Em épocas mais quentes, o ar-condicionado vira o melhor amigo do homem, e pode ser a diferença entre ter um dia produtivo ou reviver aquele cansaço dos dias quentes. Portanto, é importante priorizar os momentos em que a utilização do ar-condicionado é essencial. Seja na hora de descansar, na hora do trabalho, escolha os horários que mais se encaixam às suas necessidades. Como esse é um dos aparelhos que mais consomem energia, é bom lembrar que todo esse conforto tem um preço.

   Então evite usar o ar-condicionado em ambientes abertos, isso prejudica o potencial de resfriamento do ambiente. Temperatura muito baixas significam um maior esforço para reduzir a temperatura local, por isso opte sempre por temperaturas medianas e que sejam agradáveis. Alguns aparelhos possuem a função de desligamento automático quando atingem a temperatura ideal, certifique-se que essa função está funcionando ou faça o controle manualmente. Ah, e não se esqueça de fazer a manutenção dos filtros!

   Muitas empresas prestam consultorias sobre o consumo de energia residencial e industrial, esses serviços são focados em análises do consumo local, e como ele pode ser reduzido sem que haja perda na qualidade de vida.

   São feitos estudos sobre o consumo de cada equipamento, e quanto cada um deles representa no final do mês, e dessa forma, é possível fazer uma inspeção cirúrgica do que te faz gastar tanto com energia no final do mês. 

   Outro ponto interessante é a reeducação na forma com que ocorre o consumo de energia, você já tinha parado pra pensar que deixar um aparelho na tomada é quase o mesmo que deixar uma torneira aberta desperdiçando água? Por isso é necessário a conscientização sobre o consumo de energia, as formas de reduzi-lo e os impactos ambientais que ele proporciona.

   Quer saber mais sobre outras formas de economizar energia ou ficou com alguma dúvida? Entre em contato conosco e converse com um dos nossos consultores.

   Obrigado por acompanhar um de nossos conteúdos, e fique por dentro de outras dicas e notícias importantes pelo nosso site ou nossas redes sociais.