Projeto Elétrico. O que é? Para quê serve?

Quando vamos construir ou reformar, sempre aparecem diversas coisas que devemos ir atrás: projetos arquitetônico, planta hidráulica, projeto elétrico…

Como parece coisa demais, para poupar tempo e gastos, podemos acabar optando por eliminar algumas dessas “preocupações”. E o escolhido pode ser o projeto elétrico, já que o eletricista da obra garante que sabe o que está fazendo. Ele pode até saber mesmo o que faz, mas não usar um bom projeto elétrico pode ser um tiro pela culatra, acarretando em diversas complicações.

Por isso, nesse artigo iremos elucidar os principais pontos referentes ao projeto elétrico para que não reste dúvidas sobre a sua importância para você e sua obra.

O que é um projeto elétrico?

Começando pela pergunta mais natural quando ouvimos pela primeira vez esse termo, podemos respondê-la dizendo que um projeto elétrico é um conjunto de diagramas e outros artifícios de planejamento que orientam a montagem de uma instalação elétrica para que o resultado seja seguro e de boa qualidade. O processo é orientado por normas técnicas e de segurança e é feito considerando as necessidades do cliente e do ambiente.

Muita coisa, não é mesmo?

Mas calma, esses são os detalhes técnicos os quais o engenheiro projetista ficará encarregado de lidar. De maneira resumida, o projeto elétrico é a definição clara e segura dos pontos de uso e controle de eletricidade – tomadas, iluminação e interruptores – e a capacidade de carga que pode ser instalada, ou usada na edificação, bem como a lista dos materiais necessários na instalação.

Como é feito?

A primeira fase de um projeto elétrico é um levantamento do que o cliente espera e as características específicas do ambiente. São consideradas o número de tomadas e onde serão colocadas, bem como os pontos de iluminação e interruptores. A instalação de cargas pesadas como ares-condicionados e chuveiros elétricos também é previamente planejada.

Depois que os pontos de consumo forem mapeados, os dispositivos de segurança e outros componentes do circuito são dimensionados. Esse passo é muito importante porque ajuda na preservação dos eletrodomésticos, protege contra curto-circuitos e sobrecargas e evita o sobreaquecimento de condutores e tomadas, podendo ocasionar choques elétricos e até incêndios.

O resultado é um diagrama do projeto. É uma planta que explicita todos os detalhes necessários para a realização da instalação. Essa planta também é usada como referência para eventuais manutenções e modificações futuras.

O projeto também entrega uma tabela com todos os materiais que serão utilizados na instalação. Isso facilita a troca futura de algum componente.

O processo é trabalhoso e contém muitos detalhes, implicando diretamente na segurança do local. Com isso, somente um engenheiro registrado no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) ou técnico com registro no Conselho Federal dos Técnicos (CFT) pode se responsabilizar por um projeto elétrico.

Qual a sua importância?

Sabendo o que é um projeto elétrico, já começa a ficar claro alguns pontos importantes sobre ele. Por isso, vamos listar os principais:

  • Segurança
    A segurança que ele proporciona é essencial. De acordo com a norma NBR5410, “as condições a que devem satisfazer as instalações elétricas de baixa tensão, a fim de garantir a segurança de pessoas e animais, o funcionamento adequado da instalação e a conservação dos bens.”
    Ou seja, para que sua edificação esteja regulamentada pela norma, um projeto elétrico é exigido.
  • Conforto
    Um bom projeto gera conforto aos usuários da casa ou edifício ao se definir da melhor forma a quantidade e posição de tomadas, pontos de iluminação, interruptores e ares-condicionados.
  • Lista de materiais
    Um dos documentos que fazem parte do projeto elétrico é a lista de materiais necessários na instalação elétrica, evitando gastos desnecessários, desperdícios e contra-tempos na obra.
  • Possibilidade de novas instalações e reformas
    Ter acesso ao projeto elétrico da sua residência ou edificação garante que futuras adequações, reformas ou instalação de novos eletrodomésticos como ares-condicionados, sejam realizadas tranquilamente e com segurança.
    Afinal, quem quer correr o risco de instalar um novo ar-condicionado super potente para enfrentar o verão e descobrir que sua casa não suporta seu funcionamento?

Em vista de todas essas informações fica claro a importância e relevância do projeto elétrico. Assim sendo, quando for construir ou reformar, não hesite em procurar um profissional bom e de confiança para projetar a instalação elétrica da sua construção. E lembre-se: não é um gasto, mas sim uma necessidade.

Por hoje é isso. Gostou do nosso conteúdo ou tem alguma dúvida? Não te demores a escrever um comentário ou nos seguir em nossas redes sociais. E fique ligado em nossas postagens.

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email